8 de fev de 2013

Life Contagious - Parte 16


"Quando os seus lábios estão nos meus
Os nossos corações batem como um só
Mas você escorrega entre meus dedos
Toda vez que você foge"

Give You Heart a Break - Demi Lovato

Aquele park era bonito, e havia varias coisas legais lá. Eu e o Justin já  haviamos andando muito e tirado muitas fotos também. Ok, eu pensava que quando vampiros tiravam fotos eles não apareciam e o Justin riu muito quando eu contei isso para ele. Justin aparece mas as vezes ele brilhava e ele me fazia apagar a foto. Chegamos até uma lagoa aonde havia patos, ficamos observando eles e conversamos.
Megan: Eu disse que iria te odiar para sempre.  brinquei.
Justin: Eu prometi que iria ficar bem longe de você.
Megan: Eu te odeio. (fofos dms)
Justin: Fica longe de mim!
Nos beijamos(inveja on) ali, Justin sabe como dar "O Beijo", primeiro fomos nos aproximando, depois ele passou sua mão gelada no meu rosto, quando ele pediu para que eu ficasse longe dele ele me beijou, correspondi CLARO. Aos poucos Justin foi parando de me beijar e quando eu abri os olhos, ele não estava mais me beijando e nem perto de mim.
Megan: Justin? – Olhei em volta. JUSTIN?
Caminhei um pouco tentando acha-lo.
Megan: Droga. – falei para mim mesmo.
Caminhei até a beira da lagoa e fiquei observando os patos que haviam ali, Justin tinha me deixado mesmo ali?
Justin On*
Durante aquele beijo eu quase ataquei Megan. Quando percebi, já estava transformado e sai dali o mais rápido possível para me recompor. Nunca me perdoaria se eu fizesse algo a Megan. Respirei por um tempo, pensei em outras coisas, no beijo e depois voltei. Megan estava sentada da beira daquela lagoa, me aproximei sem que ela percebesse e me sentei ao seu lado.
Justin: Desculpa, foi pra evitar coisas piores.
Megan: Tudo bem, agora eu entendo.
Justin: Que bom.
Megan: Será que nunca vamos nos beijar sem que depois você fuja?
Justin: Eu não fujo por que eu quero. Eu te beijaria para sempre. (Ui)
Megan: Eu sei, isso é menos ruim.
Justin: Tá ficando tarde.. tá com fome?
Megan: Mais ou menos.
Justin: Vamos em uma lanchonete, restaurante ou sei lá, aonde você quer ir?
Megan: Lanchonete.. mas você não come comida normal.
Justin: Mais você sim, você precisa comer.
Megan: Então vamos papai. – ela brincou.
Justin: Vamos. – sorri.
[...]
Levei Megan a uma lanchonete que não era dentro daquele parque, já era mais ou menos umas 18h e estava escurecendo. Já estávamos sendo atendidos por uma garçonete.
Garçonete: Seu lanche querida, é só isso?
Megan: Sim, só isso.
Garçonete: E você, não vai querer comer nada mesmo? – ela se referiu a mim.
Justin: Não, obrigado.
Garçonete: Se quiser.. ela piscou para mim. (ignorem a Demi, foi tipo assim k)
Megan me olhou com uma cara tipo "Oque?" e eu apenas segurei o riso, esperando a garçonete se afastar.
Megan: Tá isso foi estranho. – ela riu.
Justin: E nojento..  – fiz uma careta.
Megan: Quer um pedaço?
Justin: Não mesmo.
Depois que Megan terminou de lanchar, decidi levar ela até a minha casa para que ela pudesse ver as crianças. Eu estava dirigindo quando Megan me pediu para parar o carro.
Megan: Escutou?
Megan se referia ao barulho na floresta. Mas ignorei por que assim como ela, eu sabia que era o Jason.
Justin: Não, oque foi?
Megan: É o Jason.. se importa de eu ir descer?
Esse Jason, sempre estraga tudo, eu deveria ter matado ele quando eu pude.
Justin: Pode. – eu disse seco.
Megan desceu do carro e eu fiquei lá dentro esperando ela voltar.
Megan On*
Desci do carro e caminhei até a floresta, Jason estava lá como previ. Ele estava com raiva, pelo menos era isso que ele expressava apesar de parecer que ele sempre estava furioso.
Megan: Jason, tudo bem?
Jason se virou para mim já humano, sem camisa como sempre.
Jason: Como me achou.
Megan: Você faltou me chamar mesmo estando transformado.
Jason: To bem... você já é amiguinha dele de novo?
Megan: é... – abaixei a cabeça.
Esperei Jason começar seu discurso anti Bieber. Ninguem merece.
Jason: Então era só ele voltar, e você já iria virar a quase namorada dele.. Megan acorda, ele nem gosta de você!
Megan: Jason você não nós conhece.
Jason: Não, você não conhece ele.
Megan: Jason, você não precisa implicar comigo ou com ele sempre que estamos juntos! Qual é o seu problema?
Jason: VOCÊ MEGAN! VOCÊ É O MEU PROBLEMA! – ele estava completamente alterado.
Fiquei extremamente chatiada com a maneira que o Jason falou comigo. Naquele mesmo instante, Justin chegou e segurou meu braço.
Megan: Eu achava que era sua amiga, e não o seu problema!
Jason: Eu também achava!
Justin: Megan, vem não vale a pena.
Jason: É.. vai Megan, ele agora te dar ordens?
Justin: Cala a boca, não ta vendo oque você tá fazendo? não é agindo como um idiota que você vai fazer ela ficar longe de mim!
Jason ficou em silencio, depois os dois ficaram se encarando. Naquela hora pensei que os dois iriam se matar, e eu nunca iria separar uma briga de um Lobisomem com um Vampiro. Jason se foi, e Justin segurou minha mão e voltamos para o carro.
Justin: Ainda quer ir para minha casa?
Megan: Quero.. quero sim!
Justin: Então tá. Megan ele disse aquilo tudo da boca pra fora, mas se você quiser ficar com raiva dele pra sempre, eu não me importo. Muito pelo contrario.
Fitei Justin com uma cara..
Megan: Justin agora não!
Justin: Mais pensa nisso, seria uma boa.
Megan: Tá.
Justin continuou dirigindo, e eu pensando em tudo aquilo que Jason me disse. Isso não deveria tá acontecendo, mas por um lado a culpa disso tudo não é minha. Não tenho culpa do Jason não gostar do Justin e dele querer matar todo mundo toda vez que me ver com ele...
CONTINUA
Pipous, dsclp eu disse que iria postar ontem mas o 3 comentario foi quase as 23h e eu to postando agr. Comentem e espero que estejam gostando! Bjx ;**

3 comentários:

  1. prima fais como vc disse vai juntando partizinhas e POSTA O OUTRO PELO AMOR DE DEEEUS!!

    ResponderExcluir
  2. ta muito perfeita cara serio like a SAGA CREPUSCULO tb como não ser kk'continua *-* @bibspontocom

    ResponderExcluir
  3. meo deos. fico emocionante com I Would de fundo, Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk' sério, masok. ta perf, continua !

    ResponderExcluir