1 de jan de 2013

Life Contagious - Parte 4

"E tudo o que conta, é o aqui e agora"Glad You Came - The Wanted


Megan On*
Já era 3h20 da tarde, Jason me chamou para dar um passeio, e eu aceitei. Ele me levou até uma caichoeira, ela era linda apesar de ficar no meio da floresta. Levamos uma cesta com comidas diversas para fazermos um piquenique ali mesmo, era um ambiente muito agradavel.
Jason: Lembra daqui?
Megan: não -olhei em volta-
Jason: -riu- agente adorava vir aqui, brincar!
Megan: ah, me lembrei -sorri- você sempre me empurrava na água quando eu ainda estava de roupa.
Jason -risos- isso é verdade, você nunca conseguia fazer o mesmo.
Megan: eu não conseguia... isso é passado eu aposto que consigo agora!
Olhei para Jason com um olhar desafiador, ele logo se levantou e correu. Jason estava morrendo de rir enquanto eu tentava alcança-lo. Corremos muito, eu fiquei cansada e fui diminuindo a velocidade cada vez que eu corria. Jason veio até mim e ficou na minha frente, ele não estava ofegante como eu.
Jason: Vou empatar!
Eu não entendi oque Jason disse, mais derrepente ele me abraçou, e se jogou na água. Legal, eu ainda estava de roupa, ele podia avisar né.
Megan: Eu te odeio Jason -dei lingua para ele-
Jason: Odeia nada -ele riu-
Eu comecei a jogar água no Jason, e ele fez o mesmo comigo ficamos assim por muito tempo, pareciamos crianças.
Jason On*
Naquele momento, passou um flashback na minha cabeça. Eu e Megan naquele mesmo lugar, brincando e rindo do mesmo jeito que estavamos nesse exato momento. Megan tinha um lindo sorriso, ele chamava tanta atenção que eu parecia um bobão babando o sorriso dela. Enquanto eu estava destraido apreciando  seu sorriso Megan continuava jogando água em mim.
Megan: Jason! Tá vivo? -ela riu-
Jason: To -balancei a cabeça- to sim!
Megan: Vamos sair da água? agente pode pegar um resfriado.
Jason: é, melhor agente sair mesmo!
[...]
Megan On*
Depois que saimos da água, fomos lanchar molhados mesmo, já que não trouxemos toalhas.
Megan: Por sua culpa, estamos lanchando encharcados!
Jason: A culpa não foi minha, você que quis correr atraz de mim para me molhar.
Megan: Você podia ter avisado pra mim pelo menos tirar a roupa né.
Jason: Não pegaria bem -ele riu-
Megan: verdade.
Jason parou de rir, e olhou em volta sério.
Jason: Megan já volto -ele se levantou- Não sai dai!
Megan: aonde você vai?
Jason nem respondeu e entrou na floresta rapidamente, oque será que deu nele?
[...]
Jason estava demorando a voltar, o tempo estava fechando, eu já estava com medo de começar a chover, então juntei as coisas na mochila de Jason e fui andando pela trilha. Eu estava com medo de lá ter algum animal selvagem ou sei lá. Depois de alguns minutos caminhando começou a chover, aprecei meus passos mais mesmo assim fiquei mais molhada do que já estava. Obrigada Jason. Vi um carro preto passar por mim, ele me lembrava alguem... sim era o carro de Justin! Ele voltou um pouco e abaixou o vidro.
Justin: Entra ae!
Megan: Eu estou toda molhada, vou molhar seu carro.
Justin: Entra logo!
Já que ele insistiu eu entrei, se não eu iria ficar pior do que eu já estava.
Justin: Você vai pegar um belo resfriado -ele me olhou-
Megan: É, eu to sabendo.
Justin tirou o casaco e me entregou.
Justin: Se seca com ele.
Megan: Não, tudo bem, está muito frio pra você ficar sem ele.
Justin: -riu- Para de teimar e se seca logo.
Megan: ta tá, mais alguma ordem senhor?
Justin: não.
Rimos juntos enquanto eu me secava.
Justin: Oque você ta fazendo na floresta sozinha?
Megan: Eu estava fazendo um piquenique com um amigo.
Justin: E cade ele?
Megan: eu tambem quero saber.
Justin: Ele te deixou aqui sozinha? é perigoso pra você sabia?
Megan: Eu sei, além de ser meu patrão quer ser meu pai tambem?
Justin: deixa de ser boba Megan.
Megan: Você pode me deixar em casa?
Justin: Claro.
Justin On*
Megan estava cheirando a "eles", mais essa parte eu ignorei. Era bom ter encontrado Megan novamente, apartir do dia que vi ela, queria ter ela ao meu lado, conversar com ela e.. pera, oque é isso Justin? tenho que parar de pensar bobagens. Estavamos chegando perto da casa da Megan, ainda bem, eu não aguentava mais ficar perto do seu corpo, era como um imã pra mim.
Megan: Você quer entrar? não acho legal você ficar dirigindo nessa chuva!
Agora essa, embora eu estivesse morrendo de vontade de entrar, eu não podia.
Justin: Eu não posso..
Megan: Claro que pode, entra?
Justin: Não eu vo.. -Megan me interrompeu-
Megan: Quando a chuva acabar você vai embora!
Como ela consegue fazer isso? ela deve ser uma feiticeira, só pode.
Justin: Tudo bem, vamos!
Descemos do carro e fomos correndo até sua casa. Entramos e Megan deixou a mochila no sofá, não havia ninguem em casa.
Megan: Eu vou tomar um banho quente e trocar de roupa -ela espirrou- já volto.
Ok oque eu vou fazer naquela casa? resolvi ficar andando e olhando as coisas daquela casa. Acho que fui na maioria dos comodos da casa, quando eu estava passando pelo corredor de cima, onde havia quartos, passei na frente de um que era provavelmente o de Megan, vi Megan enrolada em uma toalha, suas curvas estavam bem definidas e seu perfume preencheu o corredor. Fiquei ali paralisado no corredor observando aquela cena, quando percebi que ela iria olhar para trás, desci as escadas rapidamente e me sentei. Ouvi ela me chamar assustada.
Megan: Justin?!
Justin: To aqui na sala. -gritei-
Depois de alguns minutos, Megan desceu e se sentou ao meu lado.
Megan: Eu acho que estou resfriada.
Justin: Depois daquela chuva, era de se esperar né mocinha.
Megan: Pois é, quando eu ver o Jason, vou matar ele -ela espirrou-
Espera, ela disse Jason? Jason aquele... não acredito que ela conhece ele. Mais pode ser outro, essa cidade é grande demais para ter só um Jason, então dane-se.
Justin: Esse é o seu tal amigo? -fiz aspas com dedo-
Megan: Ei, só eu posso falar mal dele. E ele é meu amigo sim, um otimo amigo.
Justin: Sei, então ta né, não sou eu que escolhe suas amizades!
Megan: Pois é.
Megan tirou o cachecol, deixando seu pescoço amostra. Droga! Quando eu tinha esquecido que ela era uma humana.
Justin: Oque tá fazendo? coloca de volta, você ta resfriada.
Coloquei o cachecol nela de volta, ela ficou maluca?
Megan: Justin.. posso te fazer uma pergunta?
Justin: já fez -ele riu-
Megan: bobo, outra pergunta.
Justin: faz ué.
Megan: Por que você é assim?
Não vou negar, naquela hora, eu gelei e ficou um clima tenso.
Justin: assim como?
Megan: Assim, misterioso, quando eu te conheci achei que você era um robô. -ela riu-
Justin: Eu não sou assim. -eu disse seco-
Megan: É sim, ta vendo você ta assim de novo! Você é bipolar.
Justin: claro que não -sorri forçado-
Megan: claro que sim, mais vamos falar de outra coisa.. por que o Ryan é pior que você? e por que o Chaz é o mais amigavel?
Justin: Que tal um assunto que não envolva minha familia?
Megan: mais eu queria saber.
Quando Megan disse aquilo ela fez uma carinha fofa, que deu vontade de morder ela. Eu estou virando gay, só pode. Credo.
Justin: Problema é seu -fiz uma carinha semelhante a dela-
Megan: Ok, vamos falar sobre... você tem celular?
Eu? Celular? pra que? eu não preciso disso, posso me comunicar com a Megan da minha casa sem celular nenhum. Mais era melhor eu inventar alguma coisa, qual ser não tem celular.
Justin: O meu? ele estragou, mais tem o numero da minha casa.
Megan: Ah, salva ai.
Ela me entregou o celular, e eu digitei o numero da minha casa e salvei.
[...] 
Megan On*
Depois que Justin me passou seu numero, continuamos conversando, ele SEMPRE evitava assuntos sobre sua familia, e quando conversavamos coisas comuns que jovens fazem ele não falava com tanta certeza. Ele era legal e estranho. Meu pai finalmente chegou, Elyn estava com ele.
Max: Oi filha. tudo bom garoto? -ele disse a Justin-...
CONTINUA
comentem ;)
Quer ser avisada? Clique aqui.
#Lara




2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkk' muito bom kra, continua !

    ResponderExcluir
  2. Meeeeeeeeeeu Deus!! Adoreiii isso! kkkkkkkk muito bom cara!

    ResponderExcluir