28 de mai de 2013

Exception: Capítulo 2 - Wanna Die



POV Samantha

Havia algum tempo em que eu estava acordada, porém fingir está dormindo para escutar a conversa de dois homens que estavam tendo uma pequena discussão ali dentro daquele lugar, que eu não tinha noção aonde era, só sei que eu estava deitada em uma extensão macia que eu defini uma cama ou colchão.

– Ela vai ficar bem? – Uma voz masculina questionou enquanto sentia algo me tocando.

– Sim senhor Bieber, mas talvez ela nunca esqueça os acontecimentos dessa noite. – Outra voz mais madura respondeu. – Você pode me contar mais detalhes do que estava acontecendo quando você a salvou dos tais homens que tentaram violenta-lá?

– Tudo oque eu sabia foi o que eu te disse. 

– Sendo assim, meu trabalho por aqui acabou, qualquer coisa chame um psicologo, e não esqueça, ela precisa de atenção, distração ou algo que possa esvaziar sua cabeça dessas lembranças ruins.

O dono da voz oposta riu sarcástico.

– Desculpe doutor, sou um homem muito ocupado, não tenho tempo para isso. 

– Tudo bem senhor Bieber, você pode me levar até a porta?

O homem na voz mais madura não ouve resposta, e logo depois de um tempo escutei a porta bater. Pela primeira vez depois que acordei, pude abrir meus olhos tendo a visão daquele quarto enorme aonde eu me encontrava deitada em uma cama de casal envolvida por lençóis. Meu corpo estava coberto pelas minhas peças intimas e oque não saia da minha cabeça era, que lugar era aquele? Eu quase não conseguia me lembrar do que aconteceu antes de eu vim para cá, pensei em fugir, ou pular a janela mas o fato de eu estar apenas com roupas intimas me impediam. O que eu faria? eu não faço a minima ideia. 

POV Logan

Entrei no quarto aonde Justin deixou a garota em que ele salvou a algum tempo atrás. Ela se encontrava sentada na cama, fitava a parede, parecia esta perdida em pensamentos sem fim. Me aproximei dela, e ela finalmente notou minha presença se esquivando para a beirada da cama rapidamente me olhando assustada.

– Não precisa ficar com medo, não vou te fazer mal. – Comecei.

– Quem é você? – Ela perguntou cobrindo seu corpo com o lençol.

– Logan, e você, quem é? – Sentei na cama cruzando os braços.

– Samantha, oque fez comigo? que lugar é esse... – A interrompi.

– Ei, eu não fiz nada com você, Justin fez. – Ri pela cara que ela fez. – Não é isso, ele te salvou.

Ela ficou pensativa, e se confortou novamente na cama e eu me sentei na ponta da cama.

– Você mora aqui? – Ela perguntou olhando em volta.

– A maior parte do tempo. – Sorri – Você não ta se sentindo bem não é?

Ela assentiu abraçando seus braços fazendo com que eu me sentisse desconfortável, naquela hora meu estomago foi ao chão.

– Por que não toma um banho? – Ela levantou o olhar, o direcionando a mim, mas continuou em silencio. – Você pode se sentir melhor...

– Eu não tenho roupas. – Ela resmungou.

– Eu posso te arrumar umas, não pode ser do seu tamanho, e nem do seu gosto, mas você pode ficar mais avontade.

– Tudo bem. – Me levantei indo em direção a porta. – Ah... Logan? – Me virei.

– Eu.

– Obrigada. – Ela sorriu pela primeira vez durante a nossa conversa, fazendo com que eu também sorrisse.

– Sem problemas. – Sai fechando a porta.

POV Samantha

Definitivamente não há apenas pessoas ruins no mundo, ou há? Logan era um amor de pessoa, ou não? ele poderia estar fingindo, eu não sei oque aconteceu depois que minhas vistas se escureceram e eu apaguei. Fui retirada de meus devaneios ao ver Logan me chamar.

– Samantha? – Ele me chamou outra vez.

– Sam...

– Oque? – Ele arqueou as sobrancelhas.

– Me chame apenas de Sam!

– Então tá Sam. – Ele sorriu. – Aqui está as roupas, use aquele banheiro. – Ele apontou para uma porta que havia dentro do quarto. – Acho que tem toalhas lá dentro.

– Ok.

– Fique avontade. – Ele novamente saiu do quarto, me deixando sozinha.

Respirei fundo e fui até o banheiro, minhas vistas ficaram escuras fazendo com que eu cambaleasse lutando contra a tontura, mas aquilo foi passageiro e novamente eu estava com as vistas normais e disposta a tomar um banho. Entrei no banheiro, admirando tudo ao meu redor, se aquela suite aonde eu estava era daquela maneira, imagine o resto da casa. Nunca me acostumei com luxo ou coisas finas e de marca, sempre fui criada na mais pura simplicidade, por isso trabalhava desde os 14 anos para ter as coisas que gosto, comprar meus cds, roupas, sapatos e todas as outras coisas que me agradavam. Retirei minhas peças intimas entrei no box, ligando o chuveiro e deixando a água cair pelo meu corpo, me trazendo uma sensação de conforto. Fiquei ali por algum tempo, evitando pensamentos ruins. Nunca desejei isso em toda a minha vida, e acho o maior caso de ingratidão de qualquer ser humano, mas naquele momento, eu queria morrer. Depois de um tempo desliguei o chuveiro e me enrolei em uma toalha, abandonei o banheiro, levando comigo apenas meu sutiã. Quando tive a visão do quarto, me surpreendi com um garoto loiro, analisando as roupas que Logan me trouxe. Notando a minha presença naquele comodo, ele deixou as roupas na cama rapidamente e me olhou.

– Você está melhor? – Ele perguntou meio constrangido.

– Sim estou, obrigada. – Nós dois olhamos em volta, mas logo nossos olhares se encontraram novamente. – Desculpe a pergunta, mas... quem é você?

– Justin, Justin Bieber! – Ele sorriu. – E você é...?

Justin? Sim era o garoto que havia me salvado e que eu era eternamente grata.

– Samantha, mas pode chamar de Sam.

– Tudo bem Sam, essas roupas... – Ele olhou as roupas que ele deixou na cama desajeitadamente.

– Logan me emprestou para que eu tomasse um banho. – Disse desajeitada, já que ele estava observando meu corpo coberto apenas pela toalha.

– Ah tá. – Ele balançou a cabeça provavelmente saindo de um transe. – Seus pais não devem estar preocupados?

Ele cutucou minha ferida sem nenhuma maldade, fazendo com que eu engolisse o choro.

– N-Não, tenho certeza de que eles não estão. – Resolvi não contar, não entrar em detalhes sobre o acontecido.

– Durma, amanhã mando alguém te levar em casa. – Ele deu meia volta andando em direção a porta.

– Obrigada.

Ele se virou lambendo os lábios.

– Oque?

– O-Obrigada por.. ter me salvado, eu não sei oque teria acontecido comigo se não fosse por você.

Ele assentiu, mas não disse nada e saiu do quarto. Ele era tão bonito, assim como Logan, mas era diferente, não carregava aquela simpatia de Logan e sim uma feição misteriosa e ao mesmo tempo tenebrosa fazendo com que eu ficasse tão nervosa ao me dirigir a ele. Fui até a cama depois de piscar o olho repentinamente tentando entender oque aconteceu naquele quarto. Peguei as roupas em minhas mãos, separando uma a uma, analisando as. Logan me trouxe a parte de baixo de um moletom cinza, uma boxer preta e uma camiseta que ficaria anorme em meu corpo branca. Vesti as peças rapidamente e me olhei no espelho, bom era melhor do que nada. Abri a porta, eu estava com sede mas não sabia a quem decorrer, eu iria ficar constrangida em cobrar algo a qualquer ser daquela casa enorme. Caminhei pelos corredores descalça e desci até uma sala aonde 4 garotos estavam jogados no sofá desajeitadamente. Corei ao perceber que os olhares deles estavam sobre mim, abaixei a cabeça e quando ia dizer algo, uma voz masculina começou.

– Essa tá com você Drew? – Um garoto moreno, que me olhava com os olhos cerrados perguntou.

Drew, mas quem é Drew? Um dos garotos que estava ali presente, conclui sem certeza.

– É uma longa historia. – Justin disse lambendo os lábios.

– Pelo visto, as roupas não ficaram tão ruins. – Logan se levantou vindo até mim com um lindo sorriso no rosto.

Logan me segurou com uma mão, fazendo com que eu desse uma volta. Ele avaliava meu corpo, assim como os outros garotos, naquela hora eu com certeza eu me encontrava em tons de vermelho, as minhas bochechas queimavam em vergonha e constrangimento.

– É. – Eu forcei um sorriso.

– Me desculpe. – Logan disse notando meu constrangimento. – Não era a minha intenção te constranger.

– Não tudo bem. – Balancei a cabeça demonstrando compreensão.

– Oque faz aqui em baixo? – Justin perguntou.

– Eu estava com sede. – Redirecionei meu olhar a ele, que desviou e retirou seu celular do bolso.

– A cozinha é ali. – Ele disse apontando ainda olhando a tela de seu celular.

– Obrigada.

Caminhei até a cozinha, mas não pude deixar de ouvir o comentário do loiro de olhos claros que se manteve em silencio "Acho que vocês esqueceram de pendurar a placa de pensão ali na frente." Ele era tão desagradável, a maneira que ele me olhava, a maneira em que ele soltou aquele comentário fez com que meu estomago revirasse, porém, continuei minha caminhada até a cozinha, apenas fingi que não escutei.

CONTINUA

Gente cldksjcsmkd eu tinha postado sem querer e ficou errado, me desculpem, mas ta ai o capítulo certinho.  Desculpem a demora e eu fiquei felizona quando vi os comentarios, comentem ai e me deixem feliz. Se quiser ser avisada deixa seu user no final do comentario. Ah e eu atualizei os personagens a capa, sinopse e fiz um trailer õ/ Clique aqui para ver. Trailer p vcs ;3

#Lara

5 comentários:

  1. oooooooooownt krak vey !! que perfeito kra, continua vaaaaaaaaaai @SwagDo_justin

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Sou leitora nova okay to começando a ler tdas as ib's que achei super dahora pkspak e tipo é foda essa cara o.O ta na hora de continuar em baibe <3 bjãoooooooo

    ResponderExcluir
  4. Comecei a ler hoje e caraca o.o ,
    essa fic tá foda man , continua logo sua gata u.u

    - Leitora nova , Bjo. lol

    # http://imaginebelieber-swaggie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir